Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020 - Seja bem vindo.

Notícias » Dia 7
Fonte: a a a

DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de novembro de 2013)
Foi no dia 9 de outubro que outra Tertúlia organizada pelo acadêmico José Roberto de Souza Baratella apresentou um orador que agradou a todos os presentes. Sem dúvida a palestra realizada pelo Professor Doutor Lybio José Martire Junior com um conteúdo valioso sob o tema “ A História e a Importância das Academias de Medicina” teve uma apresentação muito bem concatenada. Parabéns ao palestrante!!!
Há de se notar que as Tertúlias vêm sendo realizadas por palestrantes de alta categoria, louvas ao acadêmico José Roberto de Souza Baratella que coordena essa atividade a qual é sem dúvida um dos pontos altos das atividades acadêmicas. A confreira e o confrade, que ainda não teve a oportunidade de comparecer precisa estar presente em futuro almoço que, também, é bem servido e variado, estando sempre presentes pratos de massa e de carnes além de saladas, legumes e uma sobremesa de frutas e doces. Bebidas como sucos e refrigerantes além de vinho, são servidas e incluídas no preço de R$ 60,00 (sessenta reais). Local : Espaço Maracá, 11°andar do prédio da Associação Paulista de Medicina, com estacionamento gratuito com entrada pela Rua Francisca Miquelina 67. É um excelente programa para a segunda quarta feira de cada mês. Venha e traga convidado se desejar. Convêm fazer reserva. Horário das 12 horas às 14 horas.
De 02 à 20 de outubro foi o prazo que o Presidente José Leite Saraiva da Federação Brasileira das Academias de Medicina do Brasil estipulou para a entrega das chapas organizadas para disputar o pleito para a Diretoria. Nesse mesmo dia 2, às 12 horas, o Presidente da Academia de São Paulo telefonou para o Presidente José Leite Saraiva lembrando o acordo apalavrado que determinava que estaria destinada a Presidência, no mandato 2014/2016, à Academia de Medicina de São Paulo, na pessoa do acadêmico José Roberto de Souza Baratella.
O Presidente da FBAM respondeu que já havia uma chapa cuja presidência estava preenchida pelo acadêmico Antonio Carneiro Arnaud, da Paraíba. Em seguida o Presidente Affonso Renato Meira telefonou para a Paraíba e ouviu do acadêmico Antonio Carneiro Arnaud que a chapa estava sendo formada há vários meses.
No momento da abertura do prazo já havia uma chapa formada!!! Esse é o melhor exemplo de como é a política na FBAM. Não é conluio, é acordo, intercâmbio, conversa, entendimento ou o termo que desejar para nominar essa atitude.
No dia 9 de outubro o Presidente Affonso Renato Meira frente ao comunicado do Conselho Federal de Medicina feito nos seguintes termos:


MP 621/2013
Entidades conseguem fazer Mais Médicos progredir para Mais Saúde
Líderes governistas aceitam retirar de pontos que prejudicavam a atuação dos médicos e incorporar artigos que tratam de carreira de Estado
A pressão das entidades médicas junto aos parlamentares está ajudando o país a ganhar uma ação efetiva para o fortalecimento da saúde pública. Nesta terça-feira, após reunião com líderes da base governista e com o deputado Rogério Carvalho, relator da Medida Provisória 621/2103 (que cria o Programa Mais Médicos), os presidentes do Conselho Federal de Medicina (CFM), da Associação Médica Brasileira (AMB), da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR) e da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) obtiveram a promessa de que serão ajustados pontos no texto ainda em plenário, na hora da votação, que aperfeiçoarão o projeto em tramitação.
indagou qual tinha sido a posição da Federação Brasileira de Academias de Medicina e do seu Presidente, vez que na comunicação do Conselho Federal de Medicina havia citação de Presidentes de entidades médicas e não se referia a FBAM.
Não obteve resposta!!!
No dia 11 de outubro o Presidente Affonso Renato Meira esteve presente na Cerimônia de posse dos eleitos no Conselho Regional de Medicina, tendo na ocasião pronunciado as seguintes palavras:

Autoridades da Mesa a quem eu cumprimento ao me dirigir a Sua Excelência o Secretário dos Negócios da Saúde do Governo do Estado de São Paulo, David Uip. Ilustre Doutor Renato Azevedo Junior, Presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo que encerra seu mandato, ilustre Doutor João Ladislau Rosa que toma posse nesta solenidade como Presidente do Conselho Regional de Medicina e demais membros do Conselho que eleitos pelos médicos do Estado, assumem hoje seus mandatos.
Senhoras e senhores presentes.
Cabe a Academia de Medicina de São Paulo preservar a tradição, a cultura e a história da medicina paulista. Hoje na ocasião em que existe uma preocupação com os médicos no Brasil, particularmente na ausência da necessidade de estarem sujeitos diretamente aos ditames do Código de Ética Médica, é conveniente analisar o presente e para isso me permito relembrar o passado de quase sessenta anos desta profissão, o que não deixa de ser um repassar nas tradições e relembrar a história.
Não se preocupem serei sucinto.
Pelos meados de 1950, foi quando pela primeira vez a sociedade brasileira considerou necessária à presença de mais médicos nas áreas carentes do Brasil, para resolver os problemas da saúde da população. E se criaram Escolas de Medicina. De 2 no Estado de São Paulo a mais de 30. No Brasil centenas, sendo hoje mais 200. Mais de 15.000 novos médicos por ano, diplomados e registrados de acordo com a legislação. E os médicos não estão nas áreas carentes.
Agora o Governo Brasileiro cria uma condição especial, o médico não precisa ser examinado, nem registrado, se desejar ser encaminhado para as áreas carentes do Brasil. De uma vez só se rasgou o Código Penal e o Código de Ética Médica.
E isso só, não ira resolver os problemas de saúde de nossas populações mais carentes, estejam os médicos registrados, ou não, nos Conselhos Regionais de Medicina. O médico é importante para a saúde, mas saúde não é produzida só por médicos.
Aos membros do Conselho Regional de Medicina de São Paulo, e a Diretoria que hoje assumem seus mandatos quero, ao mostrar esse rápido quadro dos últimos sessenta anos, desejar sucesso na análise dessa situação atual e em todas as outras em que vierem a serem chamados a se manifestar.

No dia 15 de outubro foi conferido o Prêmio Professor Emérito de 2013-Troféu Guerreiro da Educação- Ruy Mesquita ao membro honorário da Academia de Medicina de São Paul, William Saad Hosne.
No dia 16 de outubro, em reunião de Diretoria da Academia de Medicina de São Paulo ficou aprovado que em carta a ser enviada à direção da Federação Brasileira de Academias de Medicina se anunciará o desligamento da entidade paulista.
Nessa mesma reunião foi aprovado, por unanimidade, um voto de congratulações pelos esforços realizados pelo Presidente Affonso Renato Meira nos seus três anos já cumpridos de mandato.
A Academia de Medicina de São Paulo recebeu do acadêmico Mario Santoro Junior um exemplar da obra da Sociedade Brasileira de Pediatria sob o título “ Academia Brasileira de Pediatria “Do Sonho à Realidade” que historia a fundação e os anos vividos por essa entidade. O muito obrigado ao confrade Mario Santoro Junior que é autor do capítulo de introdução dessa publicação. Ao agradecimento o cumprimento pela realização.
No mês em que o médico é lembrado, o Sindicato dos Médicos de São Paulo promoveu uma singela reunião, no dia 17, na qual o Presidente Affonso Renato Meira esteve presente saudando os presentes em nome da Academia de Medicina de São Paulo. Na Presidência do Sindicato está o confrade Cid Célio Jayme Carvalhaes. Congratulações pela festividade.
No dia 18 foi a Associação Paulista de Medicina que recebeu os médicos em um jantar para comemorar o Dia do Médico. O Presidente Affonso Renato Meira esteve presente, assim como a secretária da Academia de Medicina de São Paulo Solange Soares Camargo Albuquerque.
Em reunião festiva, ocorrida no dia 21, do aniversário de um ano do programa “Gente que fala” em que o Presidente Affonso Renato Meira e o confrade Mario Santoro Junior foram entrevistados, foram possíveis contatos entre o Presidente Affonso Renato Meira e os responsáveis pelo evento e se iniciar entendimentos para que a Academia de Medicina de São Paulo seja incumbida de um programa na Televisão Aberta e uma coluna no Grupo 1 de jornais.
Em reunião do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, ocorrido no dia 22, o presidente Affonso Renato Meira levou a palavra da Academia de Medicina de São Paulo para saudar o encontro e assistir a explanação do Secretário da Saúde do Governo do Estado de São Paulo Davi Uip sobre proposta da carreira de médico.
No dia 24 de outubro, em Salvador na Baia, o acadêmico Ruy Laurenti, Diretor Cultural da Academia de Medicina de São Paulo, recebeu a comenda Sergio Arouca, de Medicina e Saúde Pública, outorgada pelo Conselho Federal de Medicina. Merecidos parabéns!!
Em ofício datado de 28 de outubro de 2013 a Academia de Medicina de São Paulo formalizou o desligamento da Federação Brasileira de Academias de Medicina.
A Academia de Medicina de São Paulo convida para a próxima Tertúlia Acadêmica. O almoço de confraternização, por adesão, será realizado no dia 13 de novembro de 2013 (quarta-feira), das 12 às 14h, no Espaço Maracá, à Av. Brigadeiro Luís Antônio, 278, 11º andar, Bela Vista, São Paulo. A palestra será proferida pelo Acadêmico Luiz Freitag sobre o tema: “Como Transformar a Terceira Idade em Melhor idade”.
È assunto que interessa para todos.
Um comunicado no teor que se segue foi enviado a Federação Brasileira das Academias de Medicina e as Academias de Medicina do Brasil, no dia 4 de novembro:
A Academia de Medicina de São Paulo fez um apelo de união, ecoou um silêncio de exclusão. Ao atender o desejo dessa manifestação sem ruídos, a Academia de Medicina de São Paulo augura sucesso para a Federação Brasileira de Academias de Medicina e se retira de seu convívio. Apresenta este relato dos fatos enviado a todas as Academias Brasileiras de Medicina para constar da história da Federação Brasileira de Academias de Medicina, com as razões que a levaram a adotar tal decisão.
Tudo se iniciou em 2011 quando o Presidente eleito José Roberto de Souza Baratella, em reunião havida em Fortaleza, no Ceara, em 30 de agosto, começou a conversar com os confrades presentes para organizar sua Diretoria, pois até aquele momento estava estabelecido que como Presidente eleito iria substituir o Presidente de então, o acadêmico José Leite Saraiva. Por interesses não confessáveis, em novembro 2011, na Assembleia Geral, antes de se proceder a eleição do novo Presidente, uma mudança no Estatuto da Federação Brasileira das Academias de Medicina foi feita sendo eliminado o cargo de Presidente eleito e permitida a reeleição do Presidente José Leite Saraiva o que caracterizou um desrespeito ao que estava estabelecido. Com isso a reunião ficou com um clima pouco harmonioso. A Academia de Medicina de São Paulo negou-se a votar o Estatuto e suas modificações. Ao fim da reunião, depois de diferentes apelos para que a Academia de Medicina de São Paulo não se retirasse do recinto, ficou apalavrado entre os presentes que frente aos fatos, a Presidência no mandato de 2014/2016, seria de um membro da Academia de Medicina de São Paulo. Apalavrado e não escrito.
A segunda razão cabe às atividades referentes ao pleito. O prazo estabelecido, no dia 1° de outubro, para a inscrição da chapa, foi do dia 2 até o dia 20 de outubro. Quatorze dias úteis para consultar o Brasil todo!!! Dia 2 de outubro ás 12 horas o Presidente da Academia de São Paulo manteve contato telefonicamente com o Presidente José Leite Saraiva reclamando do prazo oferecido, que parecia muito pequeno em razão das distâncias entre as diversas Academias e lembrando o que havia sido acordado em novembro de 2011.
Como resposta disse o Presidente que nada poderia ser feito, pois já havia uma chapa constituída presidida pelo Presidente da Academia de Medicina da Paraíba. Em ligação por telefone para o acadêmico Antonio Carneiro Arnoud, o Presidente paulista ouviu não só a confirmação do fato, como informação que há meses tratava da sucessão e que a chapa estava pronta.
Era a exclusão da Academia de Medicina de São Paulo.
A terceira razão cabe ao fato de que durante a última gestão até fatos não acontecidos são dados como realizados.
É o caso da reunião da região sudeste que foi relatada telefonicamente como realizada por um acadêmico mineiro. A Academia de Medicina de São Paulo não foi convidada, não enviou representante ao contrário da afirmação desse acadêmico mineiro, que declarou que a reunião se realizou em Belo Horizonte informando qual o representante de São Paulo presente.
O confrade citado como representante de São Paulo, que é da atual Diretoria da Academia de Medicina de São Paulo afirmou ter estado em Belo Horizonte, onde proferiu uma palestra a convite de pessoal local, por ser médico e escritor, e que estavam presentes alguns acadêmicos entre esses o Presidente José Leite Saraiva, que assistiram sua palestra, mas que não se tratou em absoluto de assunto da Federação Brasileira de Academias de Medicina.
A isso tudo se acrescenta a ausência de um pronunciamento da Federação Brasileira das Academias de Medicina à respeito dos médicos estrangeiros.
Isso levou, procurando democratizar a Federação de um só dono, a Academia de Medicina de São Paulo tentar a montagem de uma chapa para concorrer a eleição, com a proposta de reformar o atual Estatuto, impreciso em sua redação e centralizador em seu conteúdo.
Entrou em contato com todas as Academias de Medicina Brasileiras pediu apoio, mas não obteve o suficiente.
Ouviu a quietude da omissão de muitos e o apoio solidários de poucos.
Por esses fatos a Academia de Medicina de São Paulo lamenta, mas não sente ter ambiente para prosseguir no convívio da Federação Brasileira das Academias de Medicina.

Affonso Renato Meira
Presidente

Nesse mesmo dia 4, o confrade Valentim Gentil Filho foi entrevistado no conceituado programa da Televisão Cultura “Roda Viva.” Bom programa, audiência seleta, parabéns ao acadêmico que engrandeça a Academia de Medicina de São Paulo.
Ultima notícia, porem, não menos importante. Dia 17 de dezembro, às 20 horas, no Vento Haragano, Avenida Rebouças 1001, entre Oscar Freire e Lorena, em direção a Av. Paulista, na altura do Hospital das Clínicas, jantar de confraternização dos membros da Academia de Medicina de São Paulo. Jantar para todos os gostos, pois, o local é de uma das melhores churrascarias que servem rodízio em São Paulo. A adesão é de R$ 108,00 (cento e oito reais) por pessoa. Bebidas e extras à parte. É possível fazer uma grande festa se você for. Reserve sua data para a festa de fim de ano da Academia de Medicina de São Paulo.

A Diretoria da Academia de Medicina de São Paulo se reúne todas as terceiras quartas-feiras do mês, às 12 horas, na sede da Academia. Sua presença em contato com a Diretoria será sempre bem-vinda.

Outro caminho para alcançar a Diretoria é o e-mail:
contato@academiamedicinasaopaulo.org.br
ou o telefone (11) 3105 4402 ou Fax (11) 3106 5220;
o endereço é:
Avenida Brigadeiro Luis Antonio 278, 6° andar, salas 2 e 3. São Paulo-SP 01318-901.
Visite o site da Academia, ele se mantém atualizado:
www.academiamedicinasaopaulo.org.br







Relacionadas
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de abril de 2015)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de março de 2015)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de fevereiro de 2015)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de dezembro de 2014)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de novembro de 2014)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de outubro de 2014).
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de setembro de 2014)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de agosto de 2014)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de julho de 2014)
> DIA SETE: noticiário da Academia de Medicina de São Paulo (07 de junho de 2014)


Academia de Medicina de São Paulo
https://www.academiamedicinasaopaulo.org.br/
contato@academiamedicinasaopaulo.org.br

Academia de Medicina de São Paulo 20/09/2019 19:05
Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 278 - 6º andar/ Sala 3
Tel.: (11) - Fax: 3105-4402
São Paulo - CEP: 01318-901

By RMAHOST.com